Páginas

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Congresso Internacional da Rede Pitágoras.


O Educandário Menino Jesus de Praga, participa nos dias 24 e 25 de Agosto, do Congresso Internacional da Rede Pitágoras, no Minascentro, em Belo Horizonte. O tema principal deste ano será "Mudança". Palestrantes como Leandro Karnal e José Pacheco, debaterão com as escolas parceiras neste encontro. 


Educandário Menino Jesus de Praga, Educação Infantil, Ensino Fundamental e Curso de Inglês - Educação de qualidade nossa maior garantia!!!

ONG forma mutirão da saúde e espera atender cerca de 3 mil pessoas, sábado (26)



Neste sábado, das 8h às 12h, cerca de 3.000 pessoas devem ser atendidas por voluntários da ONG Reconectar, na Estrada do Arraial- 5058, Casa Amarela, durante o projeto Abraçando o Bairro.

Clínica médica, vacinação, nutrição, consultoria jurídica, psicologia, aferição de pressão arterial, restauração de prótese dentária, aplicação de flúor e teste de hepatite B e C são alguns dos serviços que serão oferecidos para as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Tudo isso após um nutritivo café da manhã.

Em sua 14ª edição, o Abraçando o Bairro é uma ação da ONG Reconectar que teve início há 4 anos. Os idealizadores reúnem profissionais que estejam dispostos a dar atendimento gratuito a um número cada vez maior de pessoas que moram em situação de risco na região de Casa Forte e Casa Amarela (Comunidades Bananal, Cabocó, Vila Esperança e Nossa Senhora da Conceição).

Além do projeto Abraçando o Bairro, a ONG presta um atendimento diário às crianças com aulas de reforço, artes marciais, dança e ações de dia das mães, dia das crianças, natal, entre outras datas comemorativas. “A Reconectar se preocupa com o ser humano. Não podemos esperar mais do serviço público” disse Érico Santos, presidente da ONG e um dos idealizadores do projeto.

Apesar da dificuldade de conseguir parcerias com órgãos públicos e empresas para a ampliação dos atendimentos, Érico diz que a Reconectar encontra em seus voluntários mais que a doação financeira para sua realização. 

Atualmente, a ONG tem 20 pessoas se revezando nas atividades diárias e cerca de 50 em dias de ações maiores. O número poderia ser bem maior. A todo momento, voluntários buscam mostrar a importância desse trabalho para outras pessoas e conscientizar de que para muitos, aquele é um dos raros momentos de atendimento especializado.



“Num momento onde, além da crise ética, moral, política e econômica que o país está passando e notícias onde mostram os desvios de verbas públicas são cada vez mais recorrentes, ações como esta, mostram que o Brasil ainda é dos brasileiros e por isso, ainda é possível acreditar em dias melhores”, destacou Kátia Rego Barros, voluntária da ONG Reconectar.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Temperaturas elevadas e menos chuvas.

 Mapa de vulnerabilidade climática de Pernambuco aponta previsões para período de 2041 a 2070.





Pernambuco passa a trabalhar, a partir de hoje, com os dados mais recentes de vulnerabilidade climática apresentados pelo Ministério do Meio Ambiente. A pesquisa foi realizada pela Fiocruz em 2015 e aponta as mudanças previstas para ocorrer nos 184 municípios do estado no período de 2041 a 2070. O trabalho aborda as mudanças que vão desde a escassez de chuvas (com uma quantidade maior de dias sem nenhuma gota d’água do céu), a redução no volume das precipitações nos períodos chuvosos, o aumento da temperatura e ainda o surgimento de novas endemias em razão das mudanças climáticas. 

Sobre as temperaturas, as projeções apontam elevação do calor em todos os municípios do estado. No Oeste a elevação pode chegar a 3,7°C, como se observa nos municípios de Trindade e Araripina. Em Dormentes, Afrânio e Santa Cruz o aumento poderá chegar a 3,6°C. No Agreste o impacto é menor. Em Caruaru, a elevação da temperatura pode chegtar a 3ºC. Já Bezerros e Gravatá 2,9°C. O litoral poderá ser a parte menos impactada com 2,7°C, como se verifica na capital Recife e em Ipojuca.

O mapa aponta uma redução no volume de chuvas em todo o estado, sendo a porção Oeste, representada pela Região do São Francisco como a mais impactada. Em Petrolândia, por exemplo, a redução pode chegar a 39,1%. Em cidades como Tacaratu, a diminuição da precipitação poderá ser de 37,4% e em municípios como Jatobá e Inajá, 36,9% e 36,3%, respectivamente.

No litoral, o impacto na redução das chuvas será menor. No Recife e Jaboatão dos Guararapes, a queda na pluviosidade poderá ser de até 4,4%, em relação ao período atual. No sul do litoral pernambucano, o impacto pode ser maior: -11% em municípios como Barreiros, São José da Coroa Grande e Tamandaré.

O percentual do número máximo de dias secos consecutivos no ano. No litoral, apesar de um impacto menor na redução do volume de chuvas, haverá uma quantidade maior de dias sem chuvas. Em Itamaracá o percentual esperado é de 55,4% e no Recife é de 53%. E as populações que vivem na Zona da Mata terão que lidar com o aumento do período de estiagem, tendo em vista que em Timbaúba a elevação poderá chegar a 55%.

Estamos de Volta!


Após passarmos alguns dias sem atualizarmos nosso blog devido a problemas de saúde, estamos de volta, onde estaremos voltando a postar a partir de hoje.


Aproveito para agradecer aos amigos que estiveram preocupados com a minha saúde e foram visitar-me e entraram em contato.