Páginas

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Multas de trânsitos desconhecidas por alguns motoristas


Que existem coisas bastante incomuns descobrimos a cada dia, mas quando se trata de trânsito também ocorrem coisas bem improváveis. Essas não estão ligadas apenas as atrocidades que os motoristas cometam ou a veículos estranhos circulando, mas também a multas que você nem sabe que existem.
As leis de trânsito, às vezes, podem criar multas que parecem bastante esquisitas, mas que, se pararmos para pensar, nem sempre são sem fundamento. O problema é que muita gente desconhece sobre elas e isso pode pesar no bolso depois, caso pegue um guarda mais atento em cumprir a lei.

Conheça abaixo oito multas que você talvez desconheça:

1 - Molhar pessoas no ponto de ônibus
Quem anda de ônibus já deve estar acostumado a, nos dias de chuva, ficar bem longe da guia para não tomar um banho, afinal, quando os carros passam, vai água para todos os lados. Porém, esse ato pode ocasionar multa aos motoristas, então quem está ao volante deve diminuir a velocidade, se não quiser ser multado e levar pontos na carteira por cometer uma infração leve.

2 - Não usar os limpadores do para-brisa
Isso mesmo: não usar os limpadores do para-brisa gera uma multa considerada infração grave. Mas calma: não é preciso sair por aí com eles ligados o tempo todo, porém, ao começar a chover, é preciso ligá-los, até porque dirigir na chuva sem eles é quase que algo impossível.

3 - Buzinar
Usar a buzina de forma errada gera uma multa leve, por isso para os esquentadinhos que enfiam a mão na buzina para reclamar que foram fechados ou simplesmente para incomodar, estão sujeitos à multa. Parar na frente da casa do amigo e buzinar para que ele saia no portão também gera multa.
A buzina só pode ser usada para alertar ao redor e precisa estar relacionada ao trânsito.

4 - Não usar as setas
Quando observamos alguns motoristas no trânsito é até possível pensar que a seta é um item opcional no veículo, pois muitos não fazem uso delas e assim não usam a sinalização adequada. Por isso, se não quiser ter uma infração grave em sua carteira, sempre dê seta ao virar e estacionar.
Se precisa de um empurrãozinho, veja como as multas podem pesar no bolso!

5 - Colocar o braço para fora
Os que acham que podem dirigir como se estivessem no sofá de casa estão enganados: nada de dirigir com o braço para fora do veículo e ainda pegar um bronzeado. Esse fato, além de colocar em risco a integridade do motorista, faz com que ele não dirija com as duas mãos no volante, o que não é permitido. Por isso, se não quiser uma multa média, mantenha os dois braços dentro do veículo.

6 - Atirar objetos na via
Jogar objetos em via pública, além de ser porco, acaba gerando multa ao motorista. O ideal é sempre ter um lixo dentro do carro para juntar as coisas e depois jogar no local adequado, a menos que queria levar 4 pontos na carteira e desembolsar alguns reais.

7 - Parar longe da guia
Saber fazer baliza não é só uma questão de mostrar que sabe dirigir. Não saber estacionar o carro corretamente, deixando a mais de 50 cm da guia, gera multa, além de atrapalhar o trânsito.
Dá ainda para levar em conta que, deixando o veículo muito no meio da rua, corre-se o risco de alguém passar e ralar todo o carro, indo embora e te deixando no prejuízo, se não tiver um bom seguro de carro.
Agora, saber estacionar vai ser mais que uma questão de simples honra, vai evitar também multas.
Por falar nisso, se você ainda tem dificuldade com a baliza, pode ver aqui como fazer uma baliza perfeita de maneira simples.

8 - Cobrar tarifa com o veículo em movimento

Essa vai para os motoristas de ônibus, Uber ou táxis, que querem fazer tudo ao mesmo tempo, dar o troco para o passageiro e ainda dirigir o ônibus. Nesse caso, ser multitarefa rende uma multa, por isso é bom dar o troco antes de sair do lugar.

TJPE recebe Poder Executivo, Legislativo e Rotary de Bom Conselho.



O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, e o prefeito de Bom Conselho, Danilo Godoy, juntamente com a presidente da Câmara de Vereadores, Eliane Ramos, reuniram-se nesta terça-feira (30), para definir a doação de um terreno do município para construção de novo fórum. Também esteve presente a presidente do Rotary Club Bom Conselho, Dra. Tarcisa Tenório e representantes do Rotary.

De acordo com o diretor geral do TJPE, Ricardo Lins, será necessário a aprovação pela Câmara Municipal de uma lei específica, doando o terreno para o Tribunal de Justiça de Pernambuco. O terreno disponibilizado pela Prefeitura possui uma área total de 4.528 m² e está localizado no Bairro Novo Jardim.

A diretora de Engenharia e Arquitetura do TJPE, Maria José Marinho, informou que estão previstas, até o final de 2017, a construção de 16 obras do TJPE em todo o estado. Já licitados estão os Fóruns de Taquaritinga do Norte e de Tracunháem, além do Datacenter de Camaragibe.  Também já foram licitados os projetos complementares das obras da Câmara de Caruaru, do Fórum de Bezerros e da Escola Judicial. 

Em processo licitatório, encontram-se os Fóruns de Canhotinho, Agrestina e Santa Maria da Boa Vista.  Em fase de elaboração de Projetos e Orçamento, estão os de Tabira, Itamaracá, Limoeiro, Custódia e Toritama e a reforma do 5º andar do Rodolfo Aureliano, no Recife. Em construção, o Fórum de Goiana. Já em 16 de setembro, será inaugurado o Fórum de Arcoverde e o de Serra Talhada, em 14 de outubro.

Fonte: Francisco Shimada | Ascom TJPE

Fotos: Anderson Freitas | Agência Rodrigo Moreira

Glácio Dória: Uma vida dedicada ao rádio.


Alagoano de Maceió, Glácio Dória iniciou sua vida no rádio através da indicação de Ailton Villanova, que o levou para a Rádio Gazeta, no ano de 1975, ainda na Rua do Comércio. No departamento de jornalismo Glácio conheceu e foi orientado por Jurandir Tobias e dessa forma começou a atuar na emissora da Organização Arnon de Mello fazendo reportagens da rua e apresentando alguns noticiários na emissora. 

Após um período na Rádio Gazeta, Glácio Dória teve a oportunidade de trabalhar na Rádio Progresso, como noticiarista e apresentando programas musicais. Passou ainda pela rádio Palmares (já conhecida como AM-710) e Difusora. Na Pioneira, em 1981, Glácio destacou-se comandando programas de estúdio. Em 1985 transferiu-se para o vizinho estado de Pernambuco, mais precisamente para a cidade de Garanhuns, aonde teve oportunidade de trabalhar nas emissoras locais, como rádios Meridional, Marano Fm (esta por treze anos) Difusora Am (depois transformada em Rádio Jornal), Sete Colinas FM, Estação Sat. Na cidade de trabalhou Caruaru na Difusora Am.

Ficou afastado do rádio, mas não deixou de usar os microfones em eventos que participou em Pernambuco. Atuou, ainda, na Palmeira Fm da cidade de Palmeira dos Índios.

Finalmente, transferiu-se para a Rádio Papacaça AM-1470 e FM-102.9, localizada na cidade de Bom Conselho, em Pernambuco, no ano de 2009, onde apresenta o Jornal Completo, das 07 às 08 horas logo após apresenta o programa Show da Manhã, onde está inserido um dos líderes de audiência da emissora, a sequência “Bronca ou Elogio”, para finalizar também é o mediador do Papacaça Debate que vai ao ar das 11 às 12h.

Atualmente, Glácio Dória, também exerce a função de Gerente de Programação da emissora.


Ailton Vilanova e Jurandir Tobias são considerados por Dória como seus orientadores no início de sua carreira no rádio alagoano.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Abertura da Semana da Pátria em Bom Conselho.



Ocorreu na manhã desta quinta-feira (01), a abertura oficial da Semana da Pátria com hasteamento dos pavilhões no Palácio Coronel José Abílio (Prefeitura Municipal).

Estiveram presentes a solenidade o prefeito Danilo Godoy, a vice-prefeita Josefa Ferreira, secretários, diretores coordenadores, funcionários públicos em geral, vereadores, funcionários da escola Luiza Maria Ramos Barbosa e José Pedro da Silva, entre outros.

Os oradores foram a Secretária de educação Cibelly Cavalcante Vieira Ferro e o Sr. Igor Ferro Ramos.

A Semana da Pátria tem o seu encerramento com o desfile cívico na Praça Dom Pedro II, na próxima quarta-feira, 07 de Setembro. A data comemora a Declaração de Independência do Brasil do Império Português no dia 7 de setembro de 1822.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Senado decide nesta quarta destino de Dilma



Encerrada a fase de debates, que durou quase dezessete horas, o Senado chega na manhã desta quarta-feira ao sétimo — e último dia — do julgamento que selará o destino da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, marcou o início da sessão de votação final para as 11 horas e a expectativa é que ela seja concluída até o início da tarde. Já se passaram mais de nove meses desde que o processo de impeachment foi instaurado no Congresso Nacional, em dezembro de 2015.

Segundo placar elaborado pelo jornal O Estado de S. Paulo, 55 senadores já se declararam favoráveis à condenação de Dilma, quórum suficiente para afastá-la definitivamente do cargo e torná-la inelegível por oito anos. Senadores do PT já anunciaram que, após a votação, irão recorrer ao STF para anular o processo. Durante a fase de debates, 48 senadores se manifestaram favoráveis ao impeachment, 18 contrários e 3 não declararam.

Ricardo Lewandowski, que comanda os trabalhos no Senado, deve começar a sessão de hoje, lendo um resumo sobre os argumentos apresentados pela acusação e defesa, e das provas levantadas ao longo do processo. Depois, quatro senadores (dois anti e dois pró-impeachment) farão explanações na tribuna por até cinco minutos cada. Eles estão impedidos de orientar votos.

Em seguida, para encaminhar a votação, Lewandowski fará a seguinte pergunta aos parlamentares: “Cometeu a presidente Dilma Rousseff os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto a instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de oito anos?” Os senadores deverão responder “sim” ou “não” em votação aberta, nominal e via painel eletrônico.


Para Dilma ser cassada, o relatório pela condenação precisa receber 54 votos favoráveis entre os 81 senadores. Se não atingir esse número, ela reassume o a Presidência da República e o processo é arquivado. Se for condenada, fica proibida de disputar cargos públicos por oito anos a partir do fim de 2018, quando terminaria o seu mandato. Finalizada a votação, Lewandowski lerá a sentença, que será publicada na forma de resolução e comunicada para as partes envolvidas. Se for confirmado o impeachment, o presidente interino Michel Temer tomará posse do cargo em solenidade no Congresso Nacional ainda nesta quarta-feira.

Vereador Arlan da Barra sofre AVC e encontra-se internado na UTI.



O vereador Arlan da Barra, sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral), nessa terça-feira (30) e encontra-se internado/entubado na UTI.


A sua filha, Aylla Gomes, postou um comunicado na sua página do Facebook explicando a situação e pedindo orações. “Gente venho por meio desse comunicar que meu pai, conhecido com Arlan da Barra, sofreu um Acidente vascular cerebral - AVC e está entubado na UTI, peço que orem por ele e minha família, pois ele é a nossa base.
Desde já agradeço a todos pelas ligações, mensagens e orações, só Deus para recompensar cada palavra de apoio.” 

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

APAE Garanhuns realizou Mostra de Artes.



A última sexta-feira (26), a cidade de Garanhuns vivenciou uma tarde de festa e superação no salão da AGA, onde crianças assistidas pela APAE Garanhuns, participaram da Mostra de Artes, o momento contou com apresentações artísticas nos gêneros: cênica, dança e arte musical, mais os números ganhadores do Festival Estadual de Artes das APAES, que representarão Pernambuco no festival Nacional.

 O momento mágico foi apresentado pelo radialista da rádio Papacaça e colaborador da APAE-Garanhuns, O locutor Glácio Dória. Aquela tarde ficará marcada no público presente ao evento, onde aplaudiram e emocionaram-se com esses anjos de luz em suas apresentações.




A Associação de Pais e amigos dos Excepcionais - APAE de Garanhuns, foi fundada em 31 de maio de 1970.

Iniciou o trabalho com 16 (dezesseis) alunos e 4 (quatro) professoras, tendo passado por vários endereços. Hoje, funciona em sede própria, situada à Rua José Ferreira Leal, 90 - Bairro Heliópolis.

Desde então teve que superar obstáculos marcados pelo cenário econômico desfavorável e pela falta de investimentos sociais. Contudo cada momento foi vivenciado e enfrentado com o otimismo de quem acredita no ser humano. Todos os desafios e conquistas foram uma oportunidade de crescimento dentro deste organismo vivo que é aAPAE de Garanhuns.

Hoje, a Instituição ganhou reconhecimento e credibilidade, buscando cumprir sua missão de lutar pela defesas dos direitos da pessoa com deficiência, visando a melhoria da sua qualidade de vida e a sua inclusão à sociedade, oferecendo atendimento em : Estimulação, Escolaridade e Atividades Profissionalizantes.

Atende, atualmente, cerca de 370 pessoas com deficiência intelectual e/ou deficiência múltipla, prestando assistência médica, educacional e social.
Os serviços oferecidos abrangem tanto a comunidade local quanto vários municípios do Agreste Meridional do Estado de Pernambuco.
   
A Entidade se mantém através de convênios com Órgãos governamentais e a significativa colaboração da comunidade.
         
Programas:

- Programa de Estimulação Precoce e Essencia;
- Programa de Escolarização;
- Programa de Atividades Profissionalizantes (Oficinas Terapêuticas);
- Programa de apoio à Família.
                                 
APAE de Garanhuns nasceu da feliz iniciativa de sua fundadora, a profª Ana Maria Lima Veloso, que movida por sentimento de solidariedade humana e percebendo que no município, na época, não havia serviço destinado ao atendimento da pessoa com deficiência, resolveu abraçar a causa e, assim, fundou a APAE-Garanhuns, em 31 de maio de 1970, contando com o apoio de pais, amigos do Rotary Club. 


Durante esses 41 anos, a APAE vem crescendo na sua estrutura e oferece serviços de forma a atender a sua clientela voltada para uma perspectiva de inclusão e de favorecimento das especificidades de cada criança atendida na mesma.